Estágio da cidade:
• Saiba mais
Centro de Operações
nas Redes Sociais

Saiba Mais – Estágios Operacionais da Cidade

Significa que não há ocorrências que provoquem grande alteração no dia a dia da população. Neste estágio, podem ocorrer, por exemplo, pequenos acidentes, enguiços de veículos, queda de árvores sem ou com pouco impacto para a fluidez no trânsito, além de acúmulos de água na via que não geram riscos ou interfiram de forma importante na circulação do tráfego.

Representa que um ou mais incidentes estão impactando no mínimo uma região da cidade, podendo causar reflexos relevantes no trânsito ou comprometer o deslocamento da população. O acúmulo de água em vias importantes ou bolsões em ruas e avenidas podem, por exemplo, levar a cidade a entrar neste estágio operacional.

Indica que, pelo menos, uma grave ocorrência ou um evento inesperado de grande porte está causando algum tipo de transtorno em uma ou mais regiões da cidade. Ou ainda um temporal que eleve o índice pluviométrico e o risco de deslizamento nas encostas. Nestes casos, equipes emergenciais da prefeitura já estão atuando para minimizar os impactos e possíveis riscos que a população (ou parte dela) esteja correndo.

O Rio Resiliente desenvolve a Estratégia de Resiliência do município: um conjunto de diretrizes com o objetivo de lidar com as principais vulnerabilidades da cidade e torná-la mais resiliente. A iniciativa tem o apoio da rede 100 Cidades Resilientes, da Fundação Rockefeller, organismo internacional sem fins lucrativos. A meta da prefeitura é tornar a cidade do Rio referência global em resiliência até 2035. O Rio Resiliente também lançou o livro sobre “Diagnóstico e áreas de foco“, que trata as áreas de foco de uma estratégia de resiliência para o futuro.

A Estratégia de Resiliência tem seis objetivos definidos:

1. Aprofundar o conhecimento e mitigar os impactos das mudanças climáticas;

2. Preparar o Rio para responder a eventos climáticos extremos e outros choques;

3. Desenvolver e adaptar espaços urbanos verdes, frescos, seguros e flexíveis;

4. Prover serviços básicos de alta qualidade para todos os cidadãos;

5. Promover uma economia inclusiva, diversificada, circular e de baixo carbono;

6. Aumentar a resiliência de cidadãos e promover a coesão social.

 

Saiba mais no site do Rio Resiliente: resiliente.rio

resiliente
rioresiliente-01